miércoles, febrero 1, 2023
HomeBRASILParceria da Claro com GDSun reduz emissões de CO2

Parceria da Claro com GDSun reduz emissões de CO2

A GDSun já opera oito usinas solares para a Claro no Brasil, auxiliando na redução de emissões de CO2 e melhorando o orçamento da operadora.

Leer en español

Além de ter usinas próprias por meio do programa Energia da Claro, a operadora conta com uma parceria com a GDSun que produz anualmente 64 GWh em energia solar, ajudando nos compromissos com o Pacto Global da ONU de redução de emissões de CO2.

A GDSun já opera oito usinas exclusivas para a Claro em quatro estados – São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Considerando os projetos em implantação e em desenvolvimento, a parceria abrange 13 usinas e capacidade instalada de 42,4 MWp. Essa energia abastece antenas, lojas e escritórios da empresa e é suficiente para abastecer aproximadamente 400 mil casas em um ano.

Relacionado: Projeto Energia da Claro evitará emissão de 350 mil toneladas de CO2 em 2022

Atualmente, 68% da operação da operadora é abastecida por energia renovável. O diretor de infraestrutura da Claro, Hamilton Silva, disse recentemente que a previsão para este ano é que o programa Energia da Claro evite a emissão de 350 mil toneladas de CO2.

O projeto também possibilita ter uma maior previsibilidade do orçamento, já que a conta de energia é uma despesa significativa no segmento de telecomunicações por se tratar de contratos de longo prazo, segundo Silva.

A GDSun atua no desenvolvimento de projetos e geração de energia de plantas solares, atendendo empresas que buscam modelos mais sustentáveis e econômicos de energia.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, jornalista de temas digitais, de telecomunicações e tecnologia e correspondente da DPL News no Brasil e em português.

LEER DESPUÉS