miércoles, enero 25, 2023
HomeDPL NEWSTIM ativa 4G em todos os municípios de Minas Gerais

TIM ativa 4G em todos os municípios de Minas Gerais

Para antecipar a meta, a TIM usou 163 biosites, aproveitou o projeto SkyCoverage e investiu em melhorias de outras tecnologias.

Leer en español

A TIM anunciou que concluiu a ativação do 4G em todos os 853 municípios de Minas Gerais, antecipando a meta de cobrir o estado até o final de 2023. A operadora diz que é a única a oferecer 4G em todas as cidades mineiras.

“Com a segunda maior população do país e o maior número de municípios, Minas é um desafio à parte, pois é um estado com território quase duas vezes o tamanho da Itália, por exemplo. Mesmo no auge da pandemia e com todas as incertezas por ela provocadas, a TIM seguiu investindo fortemente em infraestrutura de rede, com uma média de uma nova cidade ativada a cada três dias, para alcançar 100% dos municípios com a tecnologia 4G – algo inédito no estado”, afirma Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil.

Ele acrescenta que Minas Gerais é estratégico para a operadora. Em 2021, o estado foi responsável por 9,3% das riquezas produzidas em todo o país, o que representou R$ 805,5 bilhões.

Relacionado: “Pretendemos ser líder de qualidade e cobertura no 5G”: Marco Di Costanzo, diretor de Engenharia da TIM

“Minas Gerais tem trabalhado para conseguirmos de fato expandir a conectividade, o que significa um ganho econômico para o estado diretamente em termos de arrecadação de impostos, mas, mais do que tudo, porque a atividade econômica é fomentada e ampliada”, comentou a secretária estadual de Planejamento e Gestão, Luísa Barreto.

A TIM afirma que cobrir todo o estado foi um desafio pela extensão e pelo relevo de mares de morros. Por isso, a companhia utilizou diversas soluções, como a implantação de 163 biosites. Os equipamentos desenvolvidos pela operadora são sustentáveis e reforçam a cobertura de voz e de dados sem impactar o ambiente pela simplicidade da estrutura e facilidade de instalação.

O projeto SkyCoverage também ajudou a chegar a esta marca, pois leva conectividade para locais de difícil acesso. As antenas são desconectadas da rede elétrica e usam painéis solares para garantir o funcionamento.

Outra solução foi o investimento no Massive MIMO, que permitiu o ganho de tecnologia de três a quatro vezes na comparação com a atual, tornando as antenas mais eficientes e aumentando a capacidade de rede. Em Minas, a tecnologia foi instalada em 10 cidades.

A TIM ainda afirmou que está pronta para disponibilizar o 5G na faixa de 3,5 GHz assim que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberar a frequência. A operadora também pode ativar a tecnologia nas faixas de 2,3 GHz e de 26 GHz, já que adquiriu lotes das frequências no leilão do 5G no ano passado.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, jornalista de temas digitais, de telecomunicações e tecnologia e correspondente da DPL News no Brasil e em português.

LEER DESPUÉS