domingo, octubre 2, 2022
HomeDPL NEWSBenvi: tecnologia como facilitadora e democratizadora do mercado imobiliário

Benvi: tecnologia como facilitadora e democratizadora do mercado imobiliário

A proptech brasileira revelou os planos para sua atuação no mercado mexicano em conversa com a DPL News.

Leer en español

Recém-chegada ao México, a startup do mercado imobiliário Benvi pretende operar de forma similar a como funciona no Brasil: simplificando o processo de alugar um imóvel com o apoio da tecnologia.

A startup iniciou sua operação no Brasil em 2012 como QuintoAndar – marca que continua no país – e se tornou líder nacional em locação e compra e venda de imóveis residenciais usados, serviço que começou em 2019.

Fomos pioneiros na implementação de muitas tecnologias que hoje são padrão para todo o mercado, como agendamento de visitas online, negociação online, assinatura de contratos digitalmente, entre outras”, disse Nicolás Tejerina, vice-presidente de Marketplaces Latam do QuintoAndar e principal executivo da operação mexicana, à DPL News.

Atualmente, o QuintoAndar é a maior plataforma habitacional da América Latina, avaliado em US$ 5,1 bilhões. Está presente em 75 cidades do Brasil, sendo que 22 delas foram adicionadas neste ano, tem mais de R$ 90 bilhões em ativos sob sua gestão em 185 mil contratos de aluguel e vende mais de 1.000 propriedades por mês.

México

A primeira operação internacional começou em junho na Cidade do México, inaugurando a marca Benvi. Os serviços vão de busca personalizada até gestão de negócios e contratos, incluindo as melhores garantias para os proprietários, com pagamento em dia independentemente de atraso ou inadimplência do inquilino, e proteção contra danos de até MXN$ 200.000, além dos benefícios para inquilinos, como os contratos sem necessidade de depósito.

Leia também: Estas 14 startups brasileiras podem se tornar unicórnio em 2022

Tejerina afirmou que ainda não há uma data para dar início às negociações de compra e venda de imóveis. “Assim como foi feito no Brasil, inicialmente estamos focados em oferecer a melhor solução de aluguel para mexicanos, o que nos obriga a mergulhar na cultura e no mercado local antes de dar o próximo passo.”

O executivo também disse que a empresa pretende expandir para outros países, mas que, por enquanto, os esforços estão concentrados ganhar o mercado mexicano. Ele também não abordou os planos de expansão para outras cidades.

Tecnologia

Questionado sobre a perspectiva do mercado imobiliário para os próximos anos e o papel da tecnologia, Tejerina respondeu que o cenário econômico e político impacta as negociações. Por exemplo, o aumento da inflação impacta diretamente os contratos de aluguel, e a taxa de juros afeta o processo de financiamento da venda de imóveis. “O que não muda é que as pessoas sempre vão querer viver melhor, cada uma dentro de suas possibilidades sociais e econômicas”, mencionou.

Apesar disso, ele explica que o mercado imobiliário apresenta números positivos em 2022 e que algumas tendências do começo da pandemia de Covid-19 começaram a se inverter. “No Brasil, por exemplo, a demanda por apartamentos menores e bem localizados voltou a crescer e a volta das atividades presenciais reavivou o mercado de locação”.

Para o executivo, o papel da tecnologia é – e continuará sendo – facilitar e democratizar o mercado imobiliário. “Um melhor acesso à informação expande a escolha do consumidor e quebra as barreiras tradicionais que existiam”.

Outro impacto relevante da tecnologia é no aspecto financeiro, facilitando o acesso ao crédito e reduzindo a burocracia no processo de compra e venda de casa. “Tudo isso resulta em uma liquidez crescente e uma melhor experiência que deve se refletir nos próximos anos”, concluiu.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, periodista de temas digitales, telecomunicaciones y tecnología y corresponsal de DPL News en Brasil y lengua portuguesa. Editor, jornalista digital, de telecomunicações e tecnologia e correspondente do DPL News no Brasil e em português.

Publicidad

LEER DESPUÉS