miércoles, febrero 8, 2023
HomeDPL NEWSEnel, Leonardo e TIM transformam o Rio de Janeiro em e-cidade

Enel, Leonardo e TIM transformam o Rio de Janeiro em e-cidade

Leer en español

O estado do Rio de Janeiro quer transformar sua capital em um modelo de cidade inteligente. O governador Cláudio Castro assinou um memorando de intenções nesta terça-feira, 1, com as empresas Enel X Brasil, Leonardo e TIM, para iniciar um estudo de soluções conjuntas na cidade do Rio de Janeiro.

A intenção é oferecer serviços de e-city, e-home, e-mobility, e-industries e serviços digitais financeiros no município, e identificar outras cidades no estado para implantar essas tecnologias que contribuam para o desenvolvimento sustentável.

Mario Girasole, vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Institucionais da TIM, afirma que o acordo é um passo a mais para a transformação digital.

Um exemplo de aplicação são os sensores inteligentes que, com conectividade, medem o clima e o nível de poluição. Já para os edifícios públicos e empresas, a parceria prevê a disseminação do conceito de eficiência energética, por meio da oferta de energia renovável em usinas de geração distribuída e o monitoramento em tempo real para climatização.

O governador acredita que a cooperação com as três empresas recolocam o Rio de Janeiro em um cenário de transformação digital e de desenvolvimento sustentável, além de ajudar o estado com estudo e propostas de modelo de cidades inteligentes. “O projeto será extremamente benéfico para o nosso estado à medida que vai proporcionar mais proteção, segurança e qualidade de vida aos cidadãos e às indústrias fluminenses”, concluiu.

Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro foi uma das primeiras do Brasil a receber o 5G DSS (compartilhamento dinâmico de espectro) e também é uma das doze capitais brasileiras que já atualizaram sua Lei das Antenas, preparando o município para receber o 5G standalone.

No ano passado, foi considerada a sétima cidade mais inteligente do país pelo Connected Smart Cities. O estudo avalia indicadores de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia.

O município é o segundo mais importante do país, tanto em geração de riqueza – foi responsável por 4,8% do produto interno bruto brasileiro em 2019 –, quanto em tamanho da população, com aproximadamente 6,7 milhões de pessoas. Apostando na transformação digital, a capital pode potencializar sua relevância na economia brasileira.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, jornalista de temas digitais, de telecomunicações e tecnologia e correspondente da DPL News no Brasil e em português.

LEER DESPUÉS