Ascenty levanta US$ 1,025 bilhão para expandir operação no Brasil

A Ascenty conseguiu dois financiamentos que totalizaram US$ 1,025 bilhão (aproximadamente R$ 5,3 bilhões) com prazo de cinco anos para expandir as atividades no Brasil.

O primeiro foi um Term Loan Facility no exterior de US$ 825 milhões, liderado por Itaú, Natixis, Scotiabank, Credit Agricole, Banco MUFG Brasil e Mizuho. Outros seis bancos se juntaram à operação, informou a Ascenty.

O segundo foi por meio da emissão de debêntures no mercado local de US$ 200 milhões, liderada pelo Bradesco. As debêntures foram emitidas em reais e contam com swap para dólar.

Segundo a Ascenty, essas operações ampliaram o prazo do endividamento da companhia e adicionaram caixa para expandir as atividades no Brasil. Agora, o objetivo é buscar estruturas semelhantes no México, Chile e Colômbia, afirmou Gustavo Sousa, CFO da Ascenty.

Nascida em 2010, a Ascenty tem 34 datacenters no Brasil, Chile, México e Colômbia. No final do ano passado, a empresa anunciou cinco novos centros de dados em três países com investimento de R$ 1,5 bilhão. Os investimentos tinham como foco expandir a oferta, fornecer um ecossistema de conectividade e um serviço para conectar os clientes aos principais provedores de Cloud.