jueves, septiembre 22, 2022
HomeREDESBrasil | Anatel nega Vivo, Tim e Claro e mantém obrigação por...

Brasil | Anatel nega Vivo, Tim e Claro e mantém obrigação por compra da Oi. Falta a Justiça

Convergência Digital – Luís Osvaldo Grossmann

A Anatel negou nesta quinta, 4/8, os recursos apresentados por Vivo, TIM e Claro contra a nova metodologia para as ofertas de atacado de roaming nacional. Teles e agência repetiram na esfera administrativa os argumentos que esgrimem nas ações judiciais que ainda impedem a efetiva aplicação dessa medida, pelo menos no caso da TIM, parte das condições acertadas quando as três operadoras comparam a Oi Móvel.

Basicamente, as três teles dizem que não querem evitar o remédio competitivo aplicado diante da concentração do mercado, com a divisão da quarta empresa do setor pelas três maiores. A irresignação é somente com o novo preço das ofertas de apresentação obrigatória.

O preço é o remédio, responde a Anatel. Não fosse isso, como anotou o relator dos recursos, Artur Coimbra, não haveria nem condicionante pela partilha da Oi. Afinal, TIM, Vivo e Claro já têm que apresentar ofertas de referência de produtos de atacado, por força das regras do Plano Geral de Metas de Competição e da posição dominante que elas possuem.

Leia mais: https://www.convergenciadigital.com.br/Telecom/Anatel-nega-Vivo%2C-Tim-e-Claro-e-mantem-obrigacao-por-compra-da-Oi.-Falta-a-Justica-61053.html

DPL News
DPL Newshttps://dplnews.com/
Digital Policy & Law es una empresa especializada en el análisis estratégico de las políticas públicas de telecomunicaciones, TIC y economía digital.

Publicidad

LEER DESPUÉS