Brasil | Telebras ou RNP pode assumir papel das teles na EACE, mas TCU será ouvido

Tele.Síntese

O desembarque das teles da EACE – empresa que foi formada pelas teles que venceram o leilão do 5G para operacionalizar o programa de Conexão das Escolas – está sendo costurado de uma forma consensual pelas empresas, Ministério das Comunicações e Anatel, proposta que partiu pela iniciativa das empresas, mas terá que ter uma solução também aprovada pelo TCU (Tribunal de Contas da União).

A intenção de saída das teles da EACE, e, por consequência, do GAPE, grupo que dá as diretrizes para a entidade privada operacionalizar o programa e que é dirigido pela Anatel, foi formalizada à Anatel depois que o conselheiro Vicente Aquino proibiu as empresas de votarem nas decisões do grupo, quando ele entendesse que haveria conflito de interesse.

Ler mais…

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies