Brasil | Sem restrições: Gaispi aprova requisitos técnicos para a rede privativa móvel de segurança no DF

Tele.Síntese

O Gaispi, grupo da Anatel feito para orientar e supervisionar o cumprimento de obrigações do leilão 5G, aprovou nesta quarta-feira, 6, em reunião extraordinária, os requisitos técnicos para a construção da rede privativa móvel de segurança nacional, que será feita em Brasília (DF).

Com isso, a Siga Antenado – EAF poderá abrir chamamento para fornecedores enviarem informações sobre suas soluções de núcleo de rede. Ficou decidido que a infraestrutura será erigida do zero, não havendo opção de RAN Sharing de rede junto a operadoras comerciais.

Os requisitos não trazem restrição a qualquer fornecedor. No governo Bolsonaro, quando a rede privativa móvel foi inserida no edital do 5G, havia pressão para que a fabricante chinesa Huawei fosse impedida de participar. O ministro da ocasião, Fábio Faria, chegou a afirmar que a empresa ficaria de fora. Essa possibilidade já não existe.

Ler mais…