Brasil | Orlando Silva terá reunião com governo para discutir projeto de combate às fake news

O relator do projeto de lei que trata do combate às fake news (PL 2630/20 e apensados), deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), afirmou que vai se reunir com integrantes do governo nesta quinta-feira (9) para discutir a proposta.

O texto busca aperfeiçoar a legislação brasileira referente à liberdade, à responsabilidade e à transparência na internet com o objetivo de reprimir a disseminação de conteúdos falsos pelas plataformas.

Em abril do ano passado, o Plenário da Câmara rejeitou o requerimento para incluir à matéria na pauta em regime de urgência. Silva afirmou que o início de uma nova legislatura e a tentativa de golpe há um mês permitem a retomada da negociação do texto, que já foi aprovado pelo Senado.

“Há 2 anos, nós discutimos medidas para combater a desinformação. Eu estou certo de que o Plenário da Câmara dos Deputados deve em um prazo muito breve aprovar uma lei de combate às fake news, aprovar uma lei de combate à desinformação”, disse.

Ele afirmou que o texto do projeto já está em fase adiantada de negociações e poderá ser objeto de um novo pedido de urgência. A proposta, segundo ele, também tem sido discutida com integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF).

“A desinformação é que produz terreno fértil para o discurso de ódio. É de tanto negar o sistema de votação, que alguns incautos acreditam que poderia haver fraude nas eleições do Brasil. É a desinformação que ceifa vidas. O movimento antivacina, algo estranho à cultura do povo brasileiro, passou a se tornar realidade, e as taxas de vacinação caem permanentemente, oferecendo mais riscos à vida de crianças, de pessoas mais velhas”, afirmou.

*Com informações da Agência Câmara de Notícias.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies