miércoles, noviembre 30, 2022
HomeMEDIOSBrasil | TCU vê risco de 2,2 milhões de pessoas sem acesso...

Brasil | TCU vê risco de 2,2 milhões de pessoas sem acesso a TV aberta

Segundo a Corte de Contas, a falta de previsão de digitalização em pequenas cidades, a interrupção da distribuição de kits conversores a famílias de baixa renda e o uso do saldo para projetos especiais que não busquem o mesmo fim, precisam ser reavaliados pelo MCom.

Tele.síntese – Lúcia Berbert

Ao examinar o processo de transição da TV aberta analógica para a tecnologia digital, o Tribunal de Contas da União (TCU), viu o risco de municípios que atualmente possuem acesso à TV aberta terrestre por meio da transmissão analógica poderão não ser digitalizados e ficar sem a transmissão desse meio de comunicação. De acordo com a fiscalização da Corte de Contas, mesmo com projetos em andamento para digitalização do serviço em cidades menores, ainda existiriam 33 cidades que ficariam sem qualquer sinal de transmissão após a migração para o sistema digital ao final de 2023, que totalizam 2,2 milhões de habitantes.

O relator do processo, ministro Jorge Oliveira, afirma que ao longo da auditoria, a equipe de fiscalização do TCU verificou se a distribuição de conversores alcançará todo o universo de famílias de baixa renda beneficiárias do Programa Bolsa Família e do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. “Como resultado, apurou que não há previsão de distribuição de conversores a todas as famílias integrantes desses programas, com risco, após a migração, de estas ficarem sem acesso à TV Digital”, disse.

Leia mias: https://www.telesintese.com.br/tcu-ve-risco-de-22-milhoes-de-pessoas-sem-acesso-a-tv-aberta/

DPL News
DPL Newshttps://dplnews.com/
Digital Policy & Law es una empresa especializada en el análisis estratégico de las políticas públicas de telecomunicaciones, TIC y economía digital.

Publicidad

LEER DESPUÉS