lunes, septiembre 26, 2022
HomeREDES5GBrasil | Intelbras produz kits de recepção de TV via satélite que...

Brasil | Intelbras produz kits de recepção de TV via satélite que serão distribuídos para famílias brasileiras

Equipamentos substituem as antenas parabólicas tradicionais, garantindo melhor qualidade de áudio e imagem.

A Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias com 46 anos de história, vai produzir equipamentos de recepção da TV via satélite, que serão distribuídos para famílias brasileiras beneficiadas por programas sociais e que possuem antena parabólica. A distribuição dos kits está sendo conduzida pela Siga Antenado (Entidade Administradora da Faixa).

“A Intelbras foi uma das empresas escolhidas para produzir os kits de recepção da TV via satélite, reforçando o papel social da companhia em oferecer soluções tecnológicas que protegem, conectam, aproximam e transformam a vida dos brasileiros”, comenta Tiago Ribeiro, responsável pela unidade de comunicação da Intelbras. “A migração faz parte da limpeza da faixa de frequência necessária para o funcionamento do 5G no país, que trará ainda mais benefícios para a sociedade brasileira como maior velocidade de internet e capacidade de conexão de equipamentos”, explica.

As famílias que receberem o kit para recepção de TV via satélite garantem a continuidade do acesso a TV aberta e gratuita, ao mesmo tempo que passarão a ter uma grande melhoria na qualidade de imagem e som. Cerca de 10 milhões de brasileiros devem ser beneficiados com essa migração.

Soluções tecnológicas

O kit de recepção de TV via satélite da Intelbras é composto por um receptor digital de TV via satélite, uma antena para recepção do sinal de satélite na banda Ku e um conversor de sinal de baixo ruído. Esse sistema substitui as antenas parabólicas tradicionais, que deixarão de operar após a limpeza da banda C.

“Em 2018, tivemos participação importante na adoção da TV digital no país, entregando nosso conversor para beneficiários de programas sociais. Agora, com uma nova necessidade da mudança da faixa de frequência, que permitirá o funcionamento da rede 5G, vamos novamente fazer nossa parte, facilitando o acesso à TV aberta e gratuita para as famílias brasileiras”, finaliza Ribeiro.

Segundo a Anatel, a migração da frequência deve ocorrer em etapas. Até 29 de agosto deste ano, a lista de canais de TV aberta por satélite (TVRO) fará a migração para a banda Ku nas capitais brasileiras; para demais localidades, o processo deve ser concluído até 2026.

*Com assessoria de imprensa.

DPL News
DPL Newshttps://dplnews.com/
Digital Policy & Law es una empresa especializada en el análisis estratégico de las políticas públicas de telecomunicaciones, TIC y economía digital.

Publicidad

LEER DESPUÉS