EAF apresenta marca Siga Antenado, que vai desocupar a faixa de 3,5 GHz para 5G

Leer en español

A Entidade Administradora da Faixa (EAF), responsável por realizar os compromissos do leilão do 5G atrelados à faixa de 3,5 GHz, foi batizada de Siga Antenado. A empresa anunciou a novidade nesta quarta-feira, 7.

O site da iniciativa entrou no ar nesta segunda-feira com informações sobre a instalação dos equipamentos necessários para receber o sinal da TV aberta por parabólica após a migração da banda C para a banda Ku. O Anteninha, mascote do projeto, também foi apresentado.

LR2z 33xqLIuWBy29y6mGAMkvTzrbx5fv5liPqXwAWnu9yJhiyvBOo6oXBqMZonGConJR1cduKRWsUUfwTN4kJcY7RlQPBT1zw9UJ2ofoDHLR VqhALWAh3a5bIhzg2i8tCj0rWOYMc8IjtnYg

Segundo a entidade, as medidas fazem parte de uma campanha de comunicação para informar a população sobre o processo de migração, essencial para a implementação do 5G no Brasil ao mesmo tempo em que assegura o acesso da população à TV aberta e gratuita.

“É fundamental a participação e a mobilização da população e das empresas do setor para a agilidade do processo de migração, mitigação e distribuição dos equipamentos. A Siga Antenado segue em contato com o mercado e estará preparada para efetuar as instalações e cumprir os prazos estabelecidos pela Anatel. Nossa meta é acelerar a abertura do caminho para a chegada do 5G no país”, disse Leandro Guerra, CEO da Siga Antenado.

O portal explica por que a mudança é necessária, esclarece quais equipamentos precisam ser trocados, fala sobre o programa de distribuição de kits de receptores de sinais de TV para as famílias inscritas no Cadastro Único e aborda os benefícios dos novos equipamentos, que fornecem imagem mais nítida, som de melhor qualidade, novos canais, entre outros.

Ainda não há um cronograma para a desocupação da faixa de 3,5 GHz. A entidade vai apresentar uma proposta na próxima reunião do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi), no dia 15 de junho.

EAF

A EAF é responsável por operacionalizar quatro compromissos do leilão do 5G:  limpeza da faixa de 3,5 GHz, migração do sinal da TV aberta por parabólicas da banda C para a banda Ku, construção da rede privativa do governo e das infovias do Programa Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS).

Na semana passada, o Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o pedido do Gaispi para adiar a ativação do 5G em 60 dias

Isso porque o processo de mitigação de interferência na banda C estendida não poderá ser finalizado até 30 de junho – prazo inicial do compromisso. De acordo com a EAF, as fornecedoras de filtros e LNBs que serão utilizados nas estações satelitais profissionais não conseguem atender a demanda para todas as capitais até a data que estava prevista.

Já a entrega dos kits para o processo de migração da recepção do sinal de televisão aberta por meio de antenas parabólicas da banda C para a banda Ku está em dia.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies