Brasil | Brisanet mira redes privativas e quer crescer com cautela no 5G FWA

Tele.Síntese

Após chegar a 100 mil clientes de telefonia móvel e anunciar a estratégia para acelerar e rentabilização da rede celular no segundo semestre deste ano, a Brisanet já tem planos para ampliar o portfólio de serviços que dependem de radiofrequências. A operadora vai iniciar a operação de fatiamento de rede (network slicing) para entrar no mercado de redes privativas no ano que vem, informou o CEO, José Roberto Nogueira.

“O nosso core já suporta slicing e redes privativas, mas não estamos explorando os serviços ainda. A nossa versão é superior ao [Release 16 do] 3GPP”, afirmou o executivo. “No início do próximo ano, vamos buscar fatiamento de rede para explorar a rede privativa”, acrescentou, durante evento em São Paulo, nesta quinta-feira, 20, promovido pelo site Teletime.

Ler mais…

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies