Vivo quer compartilhar infraestrutura com Winity, vencedora do leilão do 5G

Leer en español

A Vivo anunciou na noite desta segunda-feira, 8, que fez um acordo com a Winity, empresa que venceu o lote de 700 MHz no leilão do 5G no ano passado. Trata-se de um conjunto de contratos de compartilhamento recíproco de infraestrutura.

Segundo o comunicado, a operadora contratou da Winity “o uso de infraestrutura passiva para ampliação da cobertura de serviços de telefonia móvel”, que pode chegar a 3.500 sites até o final de 2030. A Vivo também alugou um bloco de 5 MHz + 5 MHz da faixa de 700 MHz da Winity, que será utilizado em 1.100 municípios por até 20 anos.

Já a Winity assinou um contrato de roaming com a operadora, “que poderá evoluir para a RAN Sharing em função do tráfego cursado”.

A Vivo argumenta que a transação trará benefícios para o setor de telecomunicações brasileiro, devido ao “potencial de viabilização de um modelo inovador de negócios no mercado de atacado, que contribuirá para ampliar a qualidade e acessibilidade do serviço móvel no país”.

A conclusão da operação depende do aval da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Winity

No leilão do 5G, a Winity levou o bloco de 10 + 10 MHz da faixa de 700 MHz por R$ 1,42 bilhão, com ágio de 805,5%. Como compromisso, a empresa deve levar 4G a estradas federais e localidades.

A Winity está associada ao fundo de investimentos Pátria, que possui aplicações em áreas como logística, energia e data centers no Brasil e em outros países da América Latina. Ao arrematar o lote, a prestadora informou que o plano é atuar no atacado, fornecendo infraestrutura para operadoras de telecomunicações.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies