TV digital recebe aporte de R$255 milhões para ampliar serviço

Valores oriundos do PAC e de recursos do Gired, braço da Anatel.

O programa Brasil Digital, lançado pelo Ministério das Comunicações (MCom), permitirá o compartilhamento de infraestrutura por emissoras privadas, a partir da implantação das estações para transmissão da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e da TV Câmara, a fim de ampliar o acesso à TV aberta com sinal digital. 

A portaria 13.345, publicada ontem (28), no Diário Oficial da União (DOU), prevê um chamamento público para selecionar entidades parceiras que cederão local para instalação das estações. Ao todo, serão 250 municípios contemplados.

O investimento será em parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que designará R$150 milhões, inicialmente, até 2026; e parte do Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV), ainda em fase de aprovação pela Anatel, de R$ 105,5 milhões adicionais.

Relacionado: Sobraram R$ 500 mi do leilão 4G; veja para onde vai o dinheiro

Conforme também publicado no DOU desta quarta-feira, 29, estima-se que a autorização de novos canais da TV digital, irá alcançar 250 mil brasileiros, sobretudo no estado do Pará, que possui a maior quantidade de cidades contempladas, sendo elas Canaã dos Carajás, FAro, Ourém, Aveiro, Bagre, Gurupá e Muaná.

Os outros dois estados mais atendidos serão Bahia e Roraima. “Vamos apoiar entidades e emissoras na execução de serviços que levem mais entretenimento, informação e cultura para todo o país”, disse o ministro Juscelino Filho em comunicado.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies