Primeiro caixa eletrônico com 5G da América Latina é instalado no Brasil

Leer en español

O primeiro caixa eletrônico com tecnologia 5G da América Latina já está em funcionamento no Brasil. A TecBan, a Claro, a Embratel e a Ericsson anunciaram nesta segunda, 10, uma parceria em que aplicaram a rede em uma máquina Banco24Horas.

O caixa eletrônico está na região de Alphaville, na região metropolitana de São Paulo. O equipamento pode oferecer atendimento por videoconferência e distribuição da tecnologia via hotspot Wi-Fi.

“As possibilidades são infinitas. Os Banco24Horas com 5G poderão se transformar em pontos de mídia digital com streaming de vídeo de alta qualidade, por exemplo”, disse Robert Baumgartner Junior, diretor de TI e Telecom da TecBan. 

E acrescentou: “Em termos de segurança, o advento permitirá o monitoramento de vídeo e vigilância dos pontos de autoatendimento em tempo real, com melhor qualidade de imagem para os operadores remotos. Será possível ainda, por meio da análise das imagens das câmeras de vídeo, avaliar a fila de pessoas, permitindo calcular o tempo de espera em um determinado terminal”.

A TecBan pretende expandir sua oferta de serviços para agências de instituições financeiras e para o setor de varejo. Além disso, a empresa já estuda o uso de Realidade Virtual para ajudar técnicos de campo e vigilantes de carros-fortes, “para fins de manutenção dos caixas eletrônicos”, diz o comunicado.

O projeto utilizou conectividade Claro, além de envolver o hub de inovação beOn Claro, soluções digitais disponibilizadas pela Embratel e equipamentos da Ericsson.

Para Rodrigo Duclos, diretor de Inovação da Claro e fundador do beOn Claro, a união entre academia, empreendedores e empresas é fundamental “para desenvolver soluções e modelos de negócios diferenciados, usando a nova rede para proporcionar uma experiência única e surpreendente para os consumidores”.

“Estamos dando sentido ao 5G, já que ele impulsionará diversas cadeias produtivas, o que será fundamental para alavancarmos a economia brasileira, especialmente no pós-pandemia”, concluiu Tiago Machado, vice-presidente de Negócios da Ericsson para a conta Claro Brasil. 

Estima-se que o 5G impactará até US$ 1,2 trilhão no Produto Interno Bruto do Brasil de 2021 até 2035. A revolução tecnológica deverá ser um dos motores da recuperação econômica do país no período pós-pandemia.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies