O desenvolvimento do 5G no Brasil depende de três fatores: Conexis

Leer en español

O 5G depende de pelo menos três fatores para se expandir pelo Brasil, segundo Marcos Ferrari, presidente-executivo da Conexis Brasil Digital: políticas públicas para acabar com os desertos digitais; os setores produtivos precisam entender o que é o 5G; e infraestrutura.

O executivo falou nesta manhã durante o Workshop 5G, organizado pela Conexis e pela Conecte 5G. Para Ferrari, as operadoras de telecomunicações estão fazendo sua parte de implementar a tecnologia dentro do prazo e fazendo os investimentos necessários. Agora, faltam políticas públicas que ajudem a demanda de populações de baixa renda.

Outro fator é relacionado aos setores produtivos, “porque é uma tecnologia que vai transformar os métodos de vendas, de comércio, o sistema financeiro, o agronegócio. Tudo isso vai ser revolucionado ao longo dos próximos anos”, comentou. Por isso é importante que a indústria tenha condições de adotar a tecnologia e auxiliar na produtividade brasileira.

Por último, a instalação de infraestrutura é crucial na expansão do 5G. Entretanto, a colocação de torres e antenas está prejudicada na maioria das cidades brasileiras por legislações municipais antigas, que não estão de acordo com a Lei das Antenas Federal.

“Temos um grande desafio e, apesar do avanço nas capitais, apenas 2% dos municípios do Brasil tem uma legislação moderna, aquela que permite às operadoras colocarem infraestrutura de maneira adequada para que o serviço chegue à população”.

O conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Vicente de Aquino, reforçou a importância de as cidades modernizarem suas leis. Ele explicou que a Anatel fez a sua parte ao desenhar um leilão não arrecadatório, que gera investimentos em cobertura 4G e 5G, mas que agora é a vez das autoridades municipais atualizarem suas leis pelo bem da população.

vicente de aquino

.

“A maior forma de inclusão social é a inclusão digital”, disse Aquino. Ele pediu que as autoridades aprovem novas leis e que tenham atenção à inclusão digital dos seus municípios.

Características do 5G

O 5G é diferente das gerações anteriores de telefonia móvel porque é uma plataforma sobre a qual serão desenvolvidas diversas aplicações, explicou Diogo Della Torres, coordenador de Infraestrutura da Conexis. E, segundo ele, existem três possíveis formas de uso:

  1. Como uma evolução do 4G, com velocidade maior;
  2. Em aplicações críticas, que precisam de baixíssima latência e altíssima confiabilidade; 
  3. E com capacidade de agregar muitas conexões para ter disponível o conceito de Internet das Coisas (IoT).

Além dessa variedade de aplicações, a tecnologia é ainda mais relevante porque atende diversos setores da sociedade. Na educação, por exemplo, podem ser usadas Realidade Virtual e Aumentada como uma gamificação; na agricultura, o maquinário pode trabalhar de forma integrada por meio de sensores e com controle remoto, gerando economia e aumentando a produtividade.

Mas, para que esses benefícios sejam refletidos na sociedade daqui a alguns anos, os municípios precisam atualizar suas leis de antenas.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies