Não Me Perturbe tem 9,55 milhões de números cadastrados

A iniciativa de autorregulação das operadoras de telecomunicações foi responsável por reduzir as reclamações do setor, apontam dados da Conexis.

158

A plataforma Não Me Perturbe encerrou o ano de 2021 com 9,55 milhões de números cadastrados para não receber chamadas indesejadas de telemarketing, segundo dados da Conexis Brasil Digital. Somente no ano passado, foram cadastrados mais de 2 milhões de números.

A iniciativa de autorregulação das operadoras, lançada em 2019, tem maior público em São Paulo, onde há 4,59 milhões de telefones cadastrados. Em seguida, Minas Gerais, com 856 mil, Paraná, com 844 mil, e o Rio de Janeiro, com 587 mil registros.

“Em 2021, os setores de telecom e bancário fizeram uma grande campanha nas redes sociais para aumentar a divulgação da Não Me Perturbe”, afirmou Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis. Até o momento, a plataforma só funciona para empresas de telecomunicações e para oferta de crédito consignado, mas Ferrari destacou que a iniciativa está aberta para adesão de outros setores.

A Conexis defende que a Não Me Perturbe fez as reclamações de usuários de telecomunicações cair consideravelmente. Antes da plataforma, o setor respondia por 48% das chamadas de telemarketing, em 2020 o número caiu para 6% e, em 2021, não foi listado no ranking Truecaller.Recentemente, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou que, a partir deste ano, as empresas que oferecem serviço por telemarketing deverão usar o código 0303 para identificar as chamadas telefônicas. Segundo o conselheiro Emmanuel Campelo, a iniciativa de autorregulação das operadoras não teve o resultado satisfatório e o código dará a opção ao consumidor de atender ou não a ligação.