Mega adquire SAMM com backbone de quase 7 mil km de fibra óptica

Empresa segue em plano de expansão para atendimento corporativo.

A Mega anunciou a aquisição de 100% do capital social da SAMM, que era controlada pelo Grupo CCR e que tem como principal atividade a prestação de serviços de rede de fibra para o mercado corporativo, nas regiões sul e sudeste do Brasil. Apesar do contrato firmado, o CADE ainda não aprovou a aquisição de fato.

Com a incorporação da SAMM a Mega passa a ser detentora de um backbone de 6.921 quilômetros de fibra óptica 100% subterrânea, monitorada e topologia em anel, por rede DWDM (sigla em inglês para Divisão Densa de Comprimento de Onda); além de 2.279 quilômetros de acesso óptico em rede urbana.

Recomendado: V.Tal, Fibrasil e Unifique poderão captar R$ 5,3 bi para expandir 5G

Essa é apenas mais uma de uma série de aquisições que a empresa vem fazendo de outras companhias que atuam em diferentes serviços e operações no setor de telecomunicações. Há poucos meses, em janeiro, a Mega comprou a InterNexa Brasil especializada em soluções digitais e que era subsidiária da estatal colombiana de energia, a  Elétrica ISA.

Tais aquisições fazem parte do plano de reposicionamento de marca da Mega, mais voltado para o mercado de tecnologia e de sua estratégia de ser uma operadora voltada 100% às soluções corporativas.