miércoles, febrero 1, 2023
HomeBRASILMCom destina R$ 796 milhões do Fust para projetos de banda larga

MCom destina R$ 796 milhões do Fust para projetos de banda larga

O objetivo é BNDES utilizar os recursos do Fust em projetos que ampliem a conectividade em escolas públicas, em pontos públicos e aumente a rede de fibra em municípios.

Leer en español

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e a presidente do Conselho Gestor do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), Estella Dantas, assinaram o contrato de repasse de recursos do Fust para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O contrato tem valor de R$ 796 milhões, que será aplicado pelo banco em projetos que atendam os objetivos aprovados pelo Conselho Gestor do Fust. O BNDES também será responsável por selecionar e acompanhar as ações selecionadas.

“O Fust estava há 23 anos sem repassar dinheiro para comunicações, nós destravamos o fundo”, disse o ministro.

Ações do MCom

O documento foi assinado nesta quarta-feira, 7, durante uma cerimônia para falar sobre as ações do Ministério das Comunicações nos dois últimos anos e homenagear atores que contribuíram para os avanços da tecnologia móvel.

Faria ressaltou que os Correios deram lucro recorde de R$ 3,7 bilhões em 2021. A TV Brasil, que também faz parte do MCom, superou a RedeTV! no ano passado e se tornou a quinta mais vista do país.

Ele comentou que a parceria da Telebras com o Ministério permitiu a conexão de 20 mil escolas. “Vamos entregar todas elas conectadas ou contratadas. Enquanto não chega a fibra óptica do 5G ou do 4G, a gente está conectando via satélite.”

O ministro ainda falou sobre o trabalho realizado com o leilão do 5G, que, segundo ele, serve de referência para outros países por ser não arrecadatório e criar compromissos de cobertura, como levar Internet para rodovias, escolas públicas, municípios e localidades.

“Hoje já temos o 5G funcionando nas 27 capitais, falta completar as antenas nas cidades e a cada ano que passar, vamos ter um sinal melhor e em mais lugares. Ano que vem começamos em municípios acima de 500 mil habitantes e depois vamos reduzindo”, disse. “O sentimento é de dever cumprido”.

Relacionado: Ministério das Comunicações distribui primeiros chips do Internet Brasil

Na cerimônia, o ministro entregou um chip a uma aluna de escola pública do Rio Grande do Norte para marcar o início do programa Internet Brasil, que distribui chips com pacote de dados a estudantes. As primeiras 15 escolas atendidas estão nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia e Pernambuco.

Serão distribuídos 10 mil chips nesta primeira fase do programa, número que deve chegar a 700 mil.

Por fim, Faria homenageou os principais atores que contribuíram para avanços da tecnologia móvel, como a Secretária-Executiva do Ministério das Comunicações, Estella Dantas; o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, Carlos Baigorri; e a Secretária de Telecomunicações, Nathalia Lobo.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, jornalista de temas digitais, de telecomunicações e tecnologia e correspondente da DPL News no Brasil e em português.

LEER DESPUÉS