Janja tem conta do X hackeada e bloqueada

Hacker ainda deixou mensagem “de conscientização” política por voz dizendo que pessoas não deveriam votar em ladrões. Governo acionou a polícia Federal.

A primeira-dama, Janja Lula da Silva, teve sua conta do X (Twitter) hackeada nesta segunda-feira, 11, por volta das 21h30. O hacker fez ofensas a ela, Lula e ao Supremo Tribunal Federal (STF), e ainda “pediu conscientização” dos apoiadores do atual governo.

Andrei Passos, diretor-geral da Polícia Federal (PF), disse que o bloqueio foi feito a pedido da instituição (cerca de uma hora depois) e que já está investigando o caso, cujo inquérito será instaurado nesta terça-feira, 12. A plataforma “X” também foi acionada.

Lula repostou em sua conta na rede social, a manifestação de repúdio do Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Paulo Pimenta, afirmando que os responsáveis serão identificados e punidos e que não serão admitidos o ódio e o preconceito.

Brasil está entre os 10 que mais sofrem ataques cibernéticos

Embora a invasão tenha ocorrido em rede social, têm crescido o número de ataques ransomware no país. Só no primeiro semestre o país registrou 1.595 vítimas; um aumento de 20% a mais em comparação a 2020, segundo o Relatório de Cibersegurança do Primeiro Semestre de 2023 da Check Point Software.

O país ocupa a 8ª posição entre os países que mais sofrem este tipo de ataque. Em 2021 o principal alvo dos cibercriminosos era sites do governo. Atualmente, os resultados deste relatório mostram um aumento considerável nos ataques de ransomware às empresas de nuvem e interesse crescente no modelo Zero Trust como estratégia de defesa.