Gaispi libera 5G em mais quatro capitais

Leer en español

Quatro novas capitais poderão ter o sinal 5G ativado a partir da próxima segunda-feira, 22: Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro; Palmas, em Tocantins; Florianópolis, em Santa Catarina; e Vitória, no Espírito Santo.

O Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz) aprovou a liberação da faixa de 3,5 GHz por unanimidade nesta quinta-feira, 18.

Com o aval do Gaispi, as operadoras Claro, TIM e Vivo poderão ativar as antenas 5G após o pagamento pelo licenciamento das Estações Rádio Base (ERBs).

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que as operadoras mantiveram a estratégia de instalar mais antenas do que o mínimo exigido no Edital do 5G

No Rio de Janeiro, as empresas precisavam instalar pelo menos 252 ERBs, mas a Anatel tem 723 pedidos de licenciamento até o momento. Em Palmas, o mínimo era 12 e as operadoras instalaram 21 ERBs. Em Florianópolis, o mínimo era 18 e existem 43 pedidos. Em Vitória, o mínimo era 15 e tem 29 pedidos de licenciamento.

Fiscalização de qualidade

Em relação à fiscalização da qualidade da rede das operadoras, Moreira e Vinícius Caram, Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Anatel, explicaram que a Agência já instaurou Procedimentos de Acompanhamento e Controle (PAC) para avaliar os serviços das três operadoras. As empresas deverão fornecer as informações a partir de 29 de setembro, quando passa a ser obrigatória a cobertura 5G em todas as capitais.

“As operadoras já foram notificadas para prestar informações da qualidade das redes ativas após o prazo estabelecido no edital. Elas terão que responder os PACs com os planos, com os indicadores de qualidade de acesso, de velocidade mínima ofertada e a experiência do usuário”, disse Caram.

Adiamento do 5G

O Conselho Diretor da Anatel também aprovou nesta quinta-feira o prazo adicional de 60 dias para o Gaispi liberar a faixa de 3,5 GHz em 15 capitais. Com isso, a nova data limite para autorizar o 5G na frequência passa a ser 28 de outubro e o prazo para as operadoras realizarem a primeira meta de cobertura, 27 de novembro.

A medida foi necessária devido à incerteza se a Siga Antenado, entidade responsável pela limpeza da faixa de 3,5 GHz, terá todos os filtros necessários para as estações satelitais profissionais dentro prazo anterior.

As capitais em questão são Recife, Fortaleza, Natal, Aracaju, Maceió, Teresina, São Luís, Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco, Macapá, Boa Vista, Manaus e Belém.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies