sábado, febrero 4, 2023
HomeDPL NEWSDell e Intel levam conectividade, saúde e educação à Amazônia

Dell e Intel levam conectividade, saúde e educação à Amazônia

O Solar Community Hub, abastecido com energia solar, leva serviços às comunidades ribeirinhas. O projeto também conta com a parceria da Fundação Amazônia Sustentável

Leer en español

A Dell Technologies, Intel e a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) se uniram para um projeto que fornece Internet, tecnologia e serviços a 1.500 pessoas na floresta amazônica. A iniciativa Dell Technologies Solar Community Hub disponibiliza atendimento de saúde, monitoramento ambiental e cursos para jovens e adultos.

O Solar Community Hub fica na comunidade de Boa Esperança, no estado do Amazonas, e também atende outras comunidades ribeirinhas e indígenas. O local é abastecido por meio de energia solar e oferece alfabetização digital; treinamento de gestão de negócios voltados para as fontes de renda locais, como a venda de castanha do pará, açaí e óleo de copaíba; atendimento via telemedicina; e a FAS instalou um sistema de coleta de água da chuva.

O projeto também tem o objetivo de reduzir o desmatamento. Para isso, será implantado um Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon (SAD), que passará a identificar os cortes de árvores ou degradação ambiental na região da Amazônia.

O SAD usa satélites para mapear áreas de desmatamento na Amazônia e trabalha com agentes ambientais da base comunitária para identificar as áreas de risco. Com as informações e utilizando Inteligência Artificial, o programa cria modelos de probabilidade e geoestatísticos para prever locais de desmatamento no curto prazo com mais de 90% de precisão.

Leia também: MCTI e Finep investem R$ 15 milhões para transformação digital na Amazônia

“Ninguém entende a Amazônia melhor do que a própria comunidade. Ao capacitar os líderes comunitários locais com as habilidades e tecnologia certas, podemos começar a abordar o desmatamento de maneira mais significativa”, disse Diego Puerta, líder da Dell Technologies no Brasil.

O superintendente geral da FAS, Virgilio Viana, lembrou que a Solar Community Hub tem potencial de ser replicada em outros pontos da floresta e, com isso, contribuir para a redução do desmatamento e com a melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas e das populações indígenas.

Para a Intel, o projeto está de acordo com suas metas para 2030, que preveem engajar indústrias, governos e comunidades para “revolucionar saúde e segurança com tecnologia; tornar a tecnologia totalmente inclusiva e expandir a prontidão digital”, segundo a empresa. A Intel destinou mais de R$ 420 mil à Solar Community Hub por meio do seu Programa IRTI (Iniciativa Tecnológica RISE).

A Dell tem o objetivo de usar sua tecnologia para alavancar iniciativas de saúde, educação e oportunidade econômica, e atingir 1 bilhão de pessoas até 2030. Além disso, a companhia também tem o compromisso com o avanço da sustentabilidade ambiental.

A iniciativa também conta com a Computer Aid International, Microsoft, como apoio educacional, e com o governo do estado do Amazonas, pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

Mirella Cordeiro
Mirella Cordeiro
Editora, jornalista de temas digitais, de telecomunicações e tecnologia e correspondente da DPL News no Brasil e em português.

LEER DESPUÉS