Claro levará 4G e 5G à Amazônia com satélite SES

Leer en español

A SES anunciou na semana passada que a Claro, por meio da Embratel, renovou o contrato para fornecer conectividade para comunidades na Amazônia. Com o acordo, pelo menos oito das 23 cidades atendidas pela empresa receberão 4G e 5G pela rede O3b mPOWER, o sistema de comunicações de órbita média (MEO) da SES.

A Embratel poderá aproveitar 4 Gbps para ampliar o serviço de backhaul móvel de alta potência e atender mais de 260 mil habitantes das oito cidades da região amazônica. Além disso, a SES continuará a atender as outras comunidades com a capacidade dos satélites geoestacionário (GEO).

A SES ainda informou que a Embratel aumentou a demanda nos últimos cinco anos na Amazônia para cumprir com requisitos da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A demanda inicial de 250 Mbps, que atendia quatro cidades, passou para 5,5 Gbps de largura de banda GEO e MEO, suportando 23 cidades.

Relacionado: 5G: Canais da TV aberta vão migrar para satélites da Embratel

Além da conectividade, a Embratel contratou a solução mPOWERED Mobile Backhaul para atender a alta demanda de throughput (taxa de transferência de dados individual) das redes 5G.

“A SES está entusiasmada em estender sua parceria com a Embratel e a Claro, no Brasil e na região amazônica, tendo-as como a primeira operadora a assinar com o O3b mPOWER com o propósito de reduzir brecha de conectividade para um número crescente de pessoas e comunidades”, disse Omar Trujillo, vice-presidente de vendas de rede da SES para as Américas.

Dados da Anatel de agosto de 2022 indicam que a região norte do Brasil – onde está localizada a Amazônia – é a que possui menor densidade de acessos à telefonia móvel, com 91,2 para cada 100 habitantes; enquanto a densidade na região sudeste é de 111,8.

A constelação O3b mPOWER é a nova geração da constelação O3b MEO, que funcionava desde 2014.

A SES possui mais de 70 satélites em duas órbitas, atendendo mais de 1 bilhão de telespectadores no mundo, sete das 10 maiores empresas de telecomunicações, entre outros. Além da Embratel, outro cliente da SES no Brasil é a Sky.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies