Brisanet compra primeiras ERBs da Huawei para piloto 5G

Leer en español

A Brisanet comprou da Huawei as primeiras Estações Rádio Base (ERBs) para a implementação de um projeto piloto 5G. A operação foi realizada em março. 

A empresa divulgou a informação na noite desta quinta-feira, 12, com os resultados do primeiro trimestre deste ano.

A Brisanet informou que pagou R$ 230 milhões a título de adiantamento a fornecedores, mas não revelou quantas ERBs foram compradas, nem a expectativa de cobertura com essas antenas. “Esse piloto vai estar em uma cidade grande, uma capital e em um aglomerado de cidades no interior, mas não estamos divulgando quantos sites”, comentou José Roberto Nogueira, CEO da companhia, em conferência ao mercado nesta sexta-feira, 13.

“A questão de preço, equipamentos, as cidades onde vamos operar e a quantidade de cidades é estratégica. Neste momento, devido à competição, não podemos abrir o tamanho do projeto”, explicou.

Nogueira se limitou a dizer que o piloto utiliza inicialmente a frequência 2,3 GHz – no futuro usará o 3,5 GHz –, que estará em operação comercial no final deste ano e só terá faturamento expressivo em 2023.

A Brisanet foi uma das prestadoras de telecomunicação regionais que entrou no mercado de serviço móvel pessoal no leilão do 5G no ano passado. A companhia comprou 3 blocos de frequências no 3,5 GHz e 2,3 GHz para atender o nordeste, sua área de atuação, e o centro-oeste. O investimento total foi de R$ 1,46 bilhão.

Relacionado: Brasil ganha quatro novas prestadoras de serviço móvel em primeiro dia do leilão 5G

Resultados 1T22

A empresa apresentou receita líquida de R$ 216,9 milhões nos primeiros três meses de 2022, representando um aumento de 32,2% em comparação ao mesmo período do ano passado. Para a companhia, isso se deu pelo aumento do número de assinantes, que passou de 674 mil para 909 mil no ano, e pelo crescimento da participação dos pacotes de maior valor na base de clientes.

Já o lucro no trimestre foi de R$ 9,5 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 7,2 milhões no primeiro trimestre do ano passado.