Brasil | V.tal inaugura seu segundo Edge Data Center em Fortaleza

A V.tal inaugurou seu segundo edge data center na cidade de Fortaleza, no Ceará, que vai operar com uma capacidade de 4MW e terá quatro “data halls” com espaço para acomodar 400 racks. 

Chamado de “Big Lobster”, o novo edge data center está totalmente integrado à sua estação de chegada de cabos submarinos (CLS – Cable Landing Station) localizada na Praia do Futuro, com redundância de conexão, o que promove uma maior segurança na transmissão de dados em função de eventuais interferências externas. Ele também estará integrado ao outro edge data center da empresa, totalizando um parque com cerca de 7 mil m2 de área construída, capacidade superior a 5MW e mais de 600 posições de racks.

dplnews datacenter v.tal mc070223

A CLS, que já opera desde 2002, tem um papel relevante para a Internet brasileira. Nela encontra-se o PIX (ponto de troca de tráfego) central do Ceará, que registra o terceiro maior volume de tráfego de internet do Brasil, permitindo que operadoras e provedores troquem tráfego diretamente e acessem conteúdo das principais OTTs de grande interesse dos usuários.

Todo o complexo da V.tal na Praia do Futuro, formado pelos prédios da CLS e do edge data center, recebeu a certificação ISO 27001 por utilizar um sistema de gestão para o serviço de colocation (aluguel de espaço de hospedagem web, entendido como espaço físico e infraestrutura) que garante disponibilidade permanente em energia, climatização, segurança contra incêndio, segurança de acesso física e lógica (monitoramento).

“Com a inauguração do novo edge data center no complexo da Praia do Futuro, a V.tal se consolida como um ecossistema de soluções de infraestrutura neutra que oferece a seus clientes robustez, resiliência, redundância, capilaridade e baixíssima latência. Este novo sítio, localizado na cidade que é um dos maiores hubs de cabos submarinos do mundo, terá um papel estratégico para melhorar ainda mais as nossas operações, tanto no Brasil, quanto nos demais países em que atuamos”, analisa Cícero Olivieri, Vice-Presidente de Engenharia da V.tal.

Com o lançamento do “Big Lobster”, a V.tal passar a contar com 4 edge data centers completos em operação (dois em Fortaleza, um no Rio de Janeiro e outro em Barranquilla, na Colômbia), conectados por 26 mil quilômetros de cabos ópticos submarinos que ligam o Brasil à Argentina, Venezuela, Colômbia, Bermudas e aos Estados Unidos.

“A V.tal vai investir na ampliação do seu parque de data centers, porque complementa a nossa capilaridade e presença em todas as regiões do Brasil, além de atender às demandas presentes e futuras dos nossos clientes, em função de inovações e novas tecnologias que têm surgido. Já temos contrato com clientes para mais de 1.000 dos nossos mais de 3.000 mil POPs (Pontos de Presença) espalhados pelo país, que se transformaram em micro edge data centers, consolidando a nossa opção estratégica neste negócio”, explica Eduardo Silveira, vice-presidente de Estratégia da V.tal.

Ampliação para o cone sul

A V.tal também deu início ao projeto de implantação de um edge data center de 4MW na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, que, como toda a região, concentra uma economia forte e vários polos tecnológicos, tendo localização privilegiada para atender clientes dos países do cone sul que fazem fronteira com o Brasil. O terreno na capital gaúcha já foi adquirido pela companhia no final de 2022 e a construção de mais essa estrutura de edge computing integra o plano de expansão da V.tal. 

“As demandas por mais velocidade e menor latência estão cada vez maiores no mundo todo, principalmente entre os brasileiros que costumam ser “heavy users” com novas aplicações e tecnologias. Com isso, precisamos oferecer aos nossos clientes, que são as operadoras, provedores e OTTs, as capacidades necessárias com qualidade e resiliência para que atendam os usuários finais com a melhor experiência. Isto requer cada vez mais edge data centers e investimento em aumentar a capacidade e capilaridade da nossa rede para viabilizar aplicações de IoT (Internet das Coisas), Metaverso entre outros”, comenta Bento Louro, Vice-Presidente de Wholesale da V.tal. 

Novo edge data center em Barranquilla

A V.tal também está ampliando sua capacidade em Barranquilla, na Colômbia, onde possui uma CLS e um edge data center integrados com capacidade de 500kW e 80 racks, inaugurando, ainda no primeiro semestre, um segundo site, igualmente adjacente às instalações atuais, como em Fortaleza. Conhecido como “Chiva 2”, ele terá uma capacidade de 2MW e espaço para até 200 racks, o que irá criar um ambiente propício para um ecossistema de peering na região, que tem uma posição geográfica estratégica para atendimento de clientes dos Estados Unidos.

Quando concluído, o complexo de Barranquilla possuirá capacidade superior a 2,5MW e 280 posições de racks.

*Com assessoria de imprensa.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies