viernes, enero 27, 2023
HomeNEGOCIOSBrasil | Presidente da Feninfra se reúne com integrantes do Grupo de...

Brasil | Presidente da Feninfra se reúne com integrantes do Grupo de Transição para debater sobre o setor de telecomunicações

Vivien Mello Suruagy esteve em reunião nesta terça-feira em Brasília com a participação de Paulo Bernardo, Jorge Bittar e César Alvarez

A presidente da Federação Nacional de Call Center, Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática (Feninfra), Vivien Mello Suruagy, se reuniu nesta quarta-feira, 23, em Brasília com integrantes do Grupo de Transição (GT) da área de Comunicações do novo governo federal, que vai tomar posse em 1º de janeiro de 2023. A presidente da Federação apresentou ao GP os principais pleitos do setor de telecomunicações. “Foi uma conversa produtiva no qual procuramos mostrar quais são as iniciativas que esperamos do novo governo e do Congresso para que o nosso setor possa fazer frente aos grandes desafios nos próximos anos“, disse Vivien Suruagy.

O GT de Comunicação foi representado pelo ex-ministro Paulo Bernardo, o ex-deputado federal e ex-presidente da Telebrás, Jorge Bittar, e César Alvarez, ex-secretário-executivo do Ministério das Comunicações e que foi coordenador dos programas de inclusão digital do governo Lula.

A implantação do 5G no Brasil, iniciada no ano passado, foi um tema presente na reunião. A presidente da Feninfra destacou que a nova tecnologia está gerando grandes investimentos e empregos diretos e indiretos no setor de telecomunicações, tendência que deve se acentuar nos próximos anos. “O novo governo tem que continuar a apoiar o 5G. Quanto mais rapidamente a tecnologia se expandir, maiores serão os benefícios em setores essenciais como educação e saúde”, explica Vivien Suruagy.

Também foram tratados temas como a continuidade da desoneração da folha de pagamento dos salários; a assimetria regulatória entre empresas de telecomunicações (como canais de TV e operadoras de telefonia) e as “big techs”; o roubo e furto de cabos e equipamentos de telefonia; a precarização dos serviços do setor; o compartilhamento de postes de energia: além de iniciativas de inclusão digital.

“Mostremos a importância de um setor que gera mais de 2,5 milhões de empregos e é estratégico para o desenvolvimento do País,” finalizou a presidente da Feninfra.

*Com assessoria de imprensa.

DPL News
DPL Newshttps://dplnews.com/
Digital Policy & Law es una empresa especializada en el análisis estratégico de las políticas públicas de telecomunicaciones, TIC y economía digital.

LEER DESPUÉS