Brasil | Juiz de São Paulo diz que IA da Microsoft cria Fake News e multa em até R$ 250 mil por dia

Convergencia Digital

A 7ª Vara Cível de Bauru (SP) deu 48 horas para que a Microsoft remova de seu buscador Bing a informação compilada por inteligência artificial que imputa falsamente a um médico a autoria de crimes de assédio sexual. Pelo apontado no processo, o resultado informado pela ferramenta confunde como autor o  médico que investiga tais acusações pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo.

“Aparentemente o site de pesquisa da ré não se limita a coletar e reproduzir, com fidedignidade, informações criadas por terceiro, para se cogitar de responsabilidade exclusiva destes, mas altera equivocadamente a informação lançada em matéria jornalística, em exercício de (in)inteligência artificial, atribuindo indevidamente ao autor fato criminoso praticado por terceiro e por ele investigado”, disse o juiz Jayter Cortez Junior, ao atender o pedido de liminar. 

Ler mais…

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies