Brasil | Cartão de débito tem queda em valor transacionado; Abecs atribui a crédito e Pix

Mobile Time

O cartão de débito apresentou queda em valor transacionado de -3,3%, chegando a R$ 472 bilhões semestre contra semestre. Porém, em quantidade de transações, a tarjeta registrou incremento de 4,5% no segundo semestre de 2023 em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), que apresentou o balanço do setor de meios eletrônicos de pagamento referentes ao primeiro semestre de 2023 e ao segundo trimestre do ano em videoconferência com os jornalistas nesta quinta-feira, 10. O valor transacionado com cartões em geral – de crédito, débito e pré-pago – cresceu 8% no primeiro semestre de 2023 na comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a R$ 1,7 trilhão. O cartão de crédito teve aumento de 10% e o volume transacionado de R$ 1,1 trilhão. Já o pré-pago registrou crescimento expressivo de 43%, o que representa R$ 42 bilhões.

Ler mais…

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies