Brasil | Anatel nega recurso da Telefônica e manda adequar ORPA de MVNO

Tele.síntese – Lúcia Berbert

O Conselho Diretor da Anatel negou o pedido de efeito suspensivo da Telefônica de decisão da agência que exigia alterações na Ofertas de Referência do Produto de Atacado para Exploração do Serviço Móvel Pessoal – SMP por meio de Rede Virtual, proposta pela operadora. A ORPA decorre da necessidade de mitigar os potenciais riscos concorrenciais da operação societária resultante da compra dos ativos móveis da Oi.

A Telefônica argumenta em seu recurso que a exclusão da cobrança do valor de franquia, conforme determinado pelo despacho recorrido, não encontra justificativa suficiente, clara e adequada, o que impõe o reconhecimento de vício de motivação. Além disso, destaca que a cobrança pela franquia mensal é necessária para garantir a sustentabilidade da prestação dos serviços pela prestadora.

Mais informações: https://www.telesintese.com.br/anatel-nega-recurso-da-telefonica-e-mandar-adequar-a-orpa-de-mvno/

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.

ACEPTAR
Aviso de cookies